segunda-feira, 17 de março de 2014

Sespa C-153: concursados farão novo ato em frente à SEAD


A Associação dos Concursados do Pará realizará, na próxima sexta-feira, dia 21 de março, um novo ato de protesto em frente à Secretaria de Estado de Administração - SEAD, na Travessa do Chaco, em Belém.
A manifestação, que começará às 10 hora da manhã, terá a participação de enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, psicólogos, sociólogos, administradores, além de assistentes administrativos e agentes de portaria, todos aprovados no Concurso Público C-153, promovido pela Secretaria de Estado de Saúde Pública - SESPA, cuja validade encerrará no próximo dia 22 de abril.
Durante o protesto, os concursados cobrarão da secretária de Administração do Estado, Alice Viana Monteiro, uma lista de nomeações, cujo pedidos foram enviados à SEAD, pelo secretário de Saúde, Hélio Franco.
Em reunião com o presidente da Asconpa, Hélio Franco informou que as nomeações não ocorrem porque a secretária de Administração, Alice Viana, retém os pedidos enviados pela SESPA, alegando falta de recursos orçamentários.
A lista dos cargos a serem convocados, foi entregue ao presidente da Asconpa, José Emílio Almeida e contém 156 pedidos de nomeação, conforme a seguir: 2 enfermeiros para a 1º CRS (Ananindeua, Belém, Benevides, Marituba e Santa Bárbara do Pará). 1 farmacêutico bioquímico para a 3º CRS (Castanhal, Curuçá, Igarapé-Açú, Inhangapi, Magalhães Barata, Maracanã, Marapanim, São Francisco do Pará, São Domingos do Capim, São João da Ponta e Terra Alta). 1 administrador para a 4º CRS (Augusto Correa, Bonito, Bragança, Cachoeira do Piriá, Capanema, Nova Timboteua, Ourém, Peixe-Boi, Primavera, Quatipuru, Salinópolis, Santa Luzia do Pará, Santarém Novo, São João de Pirabas, Traquateua, Viseu). 2 farmacêuticos para a 9º CRS (Alenquer, Almerim, Aveiro, Belterra, Curuá, Faro, Itaituba, Juruti, Jacareacanga, Monte Alegre, Novo Progresso, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Placas, Rurópolis, Terra Santa, Trairão e Santarém). 2 agentes administrativos para a 13º CRS (Baião, Cametá, Mocajuba, Oeiras do Pará, Limoeiro do Ajuru). Para o Hospital Regional de Tucuruí: 3 enfermeiros, 8 fisioterapeutas, 2 fonoaudiólogos, 3 psicólogos, 21 agentes administrativos e 5 técnicos em Patologia Clínica. Para a Unacon (Tucuruí): 1 farmacêutico bioquímico, 4 fisioterapeutas, 5 fonoaudiólogos, 7 psicólogos, 3 terapeutas ocupacionais e 23 agentes administrativos. Para o Hospital Abelardo Santos: 19 enfermeiros, 2 fisioterapêutas, 2 nutricionistas e 8 agentes administrativos. Para o Hospital Regional de Cametá: 2 técnicos em Radiologia. Para o Hospital Regional de Salinópolis: 4 enfermeiros e 4 agentes administrativos. E, para a Unacon (HUJBB): 8 enfermeiros e 8 agentes administrativos.
Ainda segundo Hélio Franco, que reconhece que a SESPA tem necessidade de mais servidores, o custo das nomeações, seria de R$ 382.565,47.
Para os concursados, que reivindicam a convocação de, pelo menos, 1.000 novos concursados, o pedido enviado à SEAD pela SESPA não satisfaz, pois não representa a real necessidade de servidores nas unidades de Saúde localizadas em todo o Estado.

3 comentários:

Lucinaldo Rodrigues disse...

Para o Hospital Regional de Salinópolis também passaram 3 Téc. em Radiologia.

Anônimo disse...

Para a 1º CRS
Não consta nem um assistente administrativo ??????
Não vamos ter direito à nomeação, que pena.

Anônimo disse...

Anônimo disse... E as nomeações para o 2ºCRS não vão acontecer, pois o mesmo não consta nessa lista.