segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Asconpa passará por reestruturação em estatuto

Dirigentes da Associação dos Concursados do Pará estiveram reunidos na última sexta-feira (7), com o objetivo de definir a nova agenda de luta dos concursados.
Na pauta estava também a reestruturação da associação, que passará a ter direção colegiada composta por coordenadores, ao invés de presidente e diretores, como prevê o estatuto da entidade. Para isso, será convocada uma nova assembleia, que terá a finalidade de alterar o estatuto e empossar uma nova direção.
Presentes na reunião, José Emílio Almeida, Zaraia Guará, Benedito Tavares de Barros e Viviane Reis. A próxima reunião ocorrerá na sexta-feira, dia 11 de novembro, às 17 horas, na sede do Mais.
Durante a reunião, foram apresentadas as demandas atuais dos concursados, para acompanhamento da associação. Entre elas a luta por posse de um grupo de 350 aprovados no Concurso Público 001/2012, promovido há quatro pela Secretaria Municipal de Educação de Belém, SEMEC; os concursos públicos C-167 e C-153, promovidos, respectivamente, pela SEDUC e SESPA; os concursos de Vigia, Castanhal, Ananindeua e Barcarena, entre outros.
Serão agendadas reuniões no Ministério Público do Estado e na Defensoria Pública, com a finalidade de pedir apoio às lutas dos concursados, além de uma nova assembleia geral, reunindo todos os interessados em compor a luta por nomeação e posse em concursos promovidos por prefeituras e órgãos da administração pública estadual.

Um comentário:

Daniel Campelo disse...

Na região do baixo Tocantins, há vários e vários servidores cedidos do município para o Tribunal do Estado, e nada de nomeação.