sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Asconpa fará novo protesto por nomeações na Prefeitura de Belém



A Associação dos Concursados do Pará realiza, na próxima terça-feira, dia 8 de outubro, às 9 horas da manhã, mais uma manifestação de protesto para denunciar a demora nas nomeações de cerca de 2.800 aprovados em concursos públicos promovidos pela Prefeitura de Belém.
Por diversas vezes, a Asconpa pediu reunião com o atual prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, mas todas as tentativas foram negadas, porque segundo o prefeito, a “a administração pública municipal não possui recursos, nem necessidade de novos servidores” e, além do mais “tem feito as nomeações de acordo com o que está previsto nos editais”.
No entanto, em seus discursos, Zenaldo nunca revela que tem autorizado sucessivas contratações de pessoas, a maioria para atender pedidos feitos por políticos ligados a ele. E que essas contratações são feitas para vagas destinadas aos aprovados nos concursos públicos.
Muitas destas contratações ocorrem de forma camuflada, em contratos terceirizados e mostram apenas os nomes das empresas, sem indicar quem são as pessoas que estão ocupando as vagas dos concursados. Diferente do que ocorre com as contratações de servidores comissionados e temporários, cujos nomes estão estampados nos diários oficiais. 
Uma dessas contratações, feitas pelo Instituto de Previdência do Município de Belém, o IPAMB, é a do senhor Márcio Pompeu Bendelack, ocorrida no dia 8 de fevereiro deste ano, através do Contrato de Prestação de Serviço Temporário nº 004/13, publicado no DOM do mesmo dia. Márcio foi indicado para a função de Controlador Interno, pelo vereador Pio Neto, um dos mais entusiasmados apoiadores do prefeito Zenaldo Coutinho na Câmara Municipal e Belém.
O contratado, que, de acordo com a publicação oficial deveria receber salário de R$ 1.095,45, ganha, na verdade, R$ 5.000,00 mensais.
Ocorre que o IPAMB realizou, há apenas um ano, concurso público, ofertando 266 vagas, dentre elas para o cargo de Controlador Interno. 
Todas estas contratações serão questionadas na Justiça, a partir do dia 21 de outubro, quando dezenas de mandados de segurança serão impetrados pela Asconpa. 
Entre os impetrantes estão aprovados nos concursos públicos promovidos pelas secretarias de Saneamento e de Educação (SESAN e SEMEC).
Protesto
A manifestação dos concursados será realizada em frente ao IPAMB, com início às 9 horas da manhã e seguirá pela Avenida Almirante Barroso até a Secretaria de Saneamento, em frente ao Tribunal de Justiça do Estado.

2 comentários:

Anônimo disse...

Atenção Associação! Informações fresquinhas. Hoje houve uma reunião no SIG (centro intregado de governo) com vários órgãos, entre eles a FUNPAPA (organizadora do evento) para discutir o pacto contra as drogas e o pacto pelo acolhimento (que trata sobre a situação de vunerabilidade social de pessoas em situação de rua). A reunião entre outras coisas acenou para a necessidade de aumentar o quadro de pessoas da FUNPAPA no atendimento de baixa complexidade. O ponto foque foi a contratação de mais de 100 pessoas entre educadores sociais (Nivel Superior) e educadores sociais de rua (nivel medio) foi feita a proposta de uma reuniao nesta segunda para definir como será realizada a contratação desse pessoal.

Gislene Marcia disse...

boa tarde...

percebi que não foi postado nada sobre a reunião que estava agendada com o secretário da SECON! Alguma novidade sobre a nomeação das pessoas que entregaram a documentação?

agradeço desde já pelas informações