sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Asconpa fará ato em frente a SEAD

A Asconpa realizará, nesta segunda-feira, dia 29 de setembro, um ato de protesto para em frente a Secretaria de Estado de Administração (SEAD), para exigir as nomeações de cerca de 700 pessoas aprovadas em concursos públicos promovidos por órgãos da administração pública estadual.
Os certames foram realizados a partir de levantamento orçamentário, feitos pelos respectivos órgãos. Mas, após a homologação, o governo, não convoca os concursados, alegando falta de recursos.
Para o presidente em exercício da Asconpa, Dr. Virgílio Moura, a justificativa dada pelo governo deixa clara a intenção de manter apadrinhados políticos ocupando vagas destinadas aos aprovados nos concursos públicos.
SEDUC C-167
Os mais de 600 aprovados no Concurso Público C-167, promovido pela Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), para atender o preenchimento de vagas na modalidade Educação Especial, reivindicam a imediata nomeação em vista da urgente necessidade de novos professores efetivos no órgão.
Os concursados denunciam que suas vagas estão também sendo ocupadas por um grupo de servidores aprovados em outros certames, além de temporários.
Segundo eles, um movimento de servidores em desvio de função, apoiado por uma candidata a deputada estadual do PT, com o aval de gestores do governo do PSDB está tentando impedir as nomeações dos concursados, sob várias alegações, entre elas a de que os novos concursados não teriam experiência para tratar de alunos com dificuldade no aprendizado. Com a justificativa, os dirigentes da SEDUC se colocam coniventes com a ilegalidade.
FAPESPA C-168
A Fundação Amazônia Paraense de Amapro à Pesquisa (FAPESPA), homologou, em abril deste ano, o Concurso Público C-168, ofertando 86 vagas para cargos de níveis Superior, Médio e Fundamental.
Seis meses se passaram, e como não tiveram nenhuma informação a respeito das nomeações, os concursados realizaram, no último dia 23, uma manifestação em frente ao órgão.
Durante a manifestação, uma comissão foi recebida pelo diretor administrativo da fundação, que, através de documentos, provou já ter feito pedido de para que 45 concursados sejam nomeados até dezembro deste ano, estando o pedido parado na SEAD.
A manifestação será nesta segunda-feira, dia 29 de setembro, às 9 horas da manhã, em frente à SEAD, na Avenida Almirante Barroso, esquina com a Travessa do Chaco, em Belém.

Um comentário:

nete silva disse...

E o concurso da sesma ainda está válido?