sexta-feira, 17 de maio de 2013

Aprovados em concurso fazem denúncias contra Semec


Concursados foram em jornal denunciar demora nas nomeações
Diário Online
Os aprovados no concurso público da Secretaria Municipal de Educação de Belém (Semec), realizado em março de 2012, acusam o órgão de contratar servidores temporários para ocupar as vagas que deveriam ser preenchidas por funcionários efetivos. 
Formado por cerca de 200 concursados que aguardam a nomeação, o grupo fez um levantamento no Diário Oficial do Município para investigar quem tomou posse recentemente na secretaria. “Esse documento mostra uma lista de pessoas que já até se aposentaram. São vagas que não foram preenchidas por concursado”, acusa Joyce Pereira, integrante do movimento.
Os concursados têm uma lista que mostra o número de servidores temporários que foram admitidos recentemente nas escolas municipais da capital. “Queremos mostrar que há contratados. São mais de cem vagas só nesse levantamento. Em uma creche no bairro do Barreiro, por exemplo, há mais de dez contratados, sendo que nós somos mais de 200 no cadastro de reserva esperando pela nomeação. Se há vagas, a secretaria tem a obrigação de nos chamar e não contratar servidores temporários”, reclama.
Outra acusação do grupo é referente às regras do certame. Segundo os aprovados, o edital determina uma carga de 100 horas mensais, porém os primeiros empossados trabalham o dobro, 200 horas. “Isso é contra o edital. Uma pessoa que trabalha o dobro acaba retirando a vaga de quem espera pela nomeação”, finaliza. 

Explicações
A Semec informa que cumpriu todas as etapas do concurso para técnicos e professores da rede, com a realização das provas em março de 2012 e a conclusão da lotação de todos os aprovados em dezembro do mesmo ano. A secretaria também informa que o concurso foi para preencher 1.288 vagas e somente 1.211 foram aprovados.
Sobre o concurso realizado em 2013 para preencher 1.187 vagas nos cargos de agente de serviços gerais, motorista, assistente de administração e auxiliar técnico em computação, a Semec diz que já recebeu o resultado da empresa responsável pelo concurso, e está fazendo o levantamento legal e financeiro necessários para a homologação do Prefeito.

8 comentários:

Anônimo disse...

A SEMEC não respondeu as denuncias apresentadas pelos concursados.

Anônimo disse...

Há te quando a SEMEC vai ficar enrolando os concursados e contratando temporários? Isso é uma vergonha e depois não querem escutar os barulhos dos apitos de protesto dentro da Secretária.

Joyce P Sena disse...

E os 200 concursados que esperam pra ser chamados no qual falei pro jornalista são só pra Educação Infantil fora Séries Iniciais/EJA que ainda tem 300! As licenciaturas então, que além de não terem assumido todos na única chamada feita, não chamaram nenhum cadastro reserva!!!
É uma falta de respeito com todos nós concursados!!

Sheila Aguiar disse...

li algo em dezembro do ano passado que a semec assinou um tac onde chamaria todos os cadastro de reserva do ensino fundamental mas ate agora só enrolação,

Anônimo disse...

A SEMEC não assinou o TAC.

Rafael Sena disse...

A casa da semec está caindo

Anônimo disse...

É uma completa falta de respeitos com os concursados. Primeiro você participa de uma seleção para a triagem dos mais capacitados para efetivamente exercer sua função pública, entretanto após todas as dificuldades você tem que "mendigar" um direito que você adquiriu, isto é um absurdo! a preocupação aumenta quando o resultado final foi divulgado há uns 3 meses e nem sinal da homologação do concurso, Alguém sabe me informa como se encontra esta situação? O que vai ser feito, quais as respostas para as indagações?

Anônimo disse...

É de uma apatia total por parte das entidades públicas. As vezes você não quer reclamar ou requerer algo acreditando que as coisas serão melhores no futuro, todavia você não observa nada mudar, aí é preciso mobilização, barulho, porque as coisas não funcionam como deveriam, é triste, mas é a nossa realidade. Se não fizermos por nós quem irá fazer?